Engenharia de Produção

CURSO DE GRADUAÇÃO EM ENGENHARIA DE PRODUÇÃO

 

 

      O curso de graduação (bacharelado) em Engenharia de Produção da Faculdade de Tecnologia (FAT) da Universidade do Estado do Rio de Janeiro (UERJ), inserido no campo do saber tecnológico, definido pela CAPES, que engloba a área de conhecimento das Engenharias, foi concebido como um curso de natureza presencial vespertino e noturno organizado, em seu plano de periodização curricular, em 10 semestres letivos. Nesta concepção, as disciplinas, entre o 1º e o 6º semestres do curso, serão oferecidas no turno vespertino. A partir do 7º período até o 10º, as disciplinas, originais do curso, serão oferecidas no turno noturno objetivando atender as demandas de alunos que já estejam estagiando ou trabalhando. O Departamento de Engenharia de Produção (DENP), responsável pelo curso na UERJ, oferecerá 100 vagas anuais (50 vagas por semestre), sendo o período de integralização previsto de, no mínimo, 10 semestres e de, no máximo, 18 semestres.

Baixe aqui o projeto Pedagógico do Curso de Engenharia de Produção_DENP FAT UERJ

Amparo Legal do Curso de Engenharia de Produção da Faculdade de Tecnologia

      A organização curricular do Curso de Engenharia de Produção da Faculdade de Tecnologia fundamenta-se em princípios de flexibilidade, interdisciplinaridade e contextualização, conforme Parecer CNE/CES nº 436 homologado em 05/04/2001 e Parecer CNE/CP nº 29 homologado em 12/12/2002. Além de alinhado com as Deliberações próprias da UERJ, o curso proposto atende as exigências da LDB (Lei de Diretrizes e Bases da Educação Nacional – Lei n.º 9.394, de 1996) e da Resolução CNE/CES nº 11 de 11/03/2002 que instituiu as Diretrizes Curriculares Nacionais dos Cursos de Graduação em Engenharia.

 

Ficha Técnica do Curso

  • Classificação: Engenharia
  • Denominação: Graduação em Engenharia de Produção.
  • Número de Vagas: 50 vagas por período semestral (por meio de processo seletivo institucional).
  • Modalidade: Ensino superior presencial.
  • Regime de Integralização Curricular: semestral, por créditos e disciplinas.
  • Carga Horária Total do Curso: 4440 horas-aula com a seguinte distribuição de carga pelos núcleos de formação segundo a Resolução CNE/CES nº 11 de 11/03/2002:

– Núcleo de conteúdos básicos: 1710 horas-aula (38,5% da carga total)

– Núcleo de conteúdos profissionalizantes: 1635 horas-aula (36,8% da carga total)

Núcleo de conteúdos específicos: 1095 horas-aula (24,7% da carga total).

  • Número de disciplinas do curso: 76
  • Número mínimo de créditos para a conclusão do curso: 272
  • Carga horária de disciplinas obrigatórias: 4260 horas-aula
  • Carga horária de disciplinas eletivas oferecidas no curso: 300 horas-aula
  • Carga horária mínima de disciplinas eletivas obrigatórias: 180 horas-aula
  • Período de Integralização: mínimo de 10 semestres e um máximo de 18 semestres.
  • Forma de ingresso: vestibular, transferência interna e externa.

 

Matriz Curricular

      A matrícula é semestral e a integralização curricular se faz por períodos letivos. As disciplinas do curso de graduação em Engenharia de Produção têm duração semestral e são ofertadas, regularmente, entre disciplinas obrigatórias e eletivas (opcionais), totalizando, conforme mencionado, carga horária de 4440 horas-aula (3700 horas). As disciplinas obrigatórias oferecidas totalizam 4260 horas-aula, enquanto que as disciplinas eletivas oferecidas perfazem um total de 300 horas-aula; sendo mandatório o cumprimento de no mínimo 180 horas-aula de disciplinas eletivas. É detalhada, no arquivo abaixo denominado Plano de Periodização Curricular, a matriz curricular do curso com a indicação de créditos por disciplina, carga horária semanal e carga total por período.

Clique para baixar o Plano de Periodização Curricular.

 

Ementas das Disciplinas

Segue no link abaixo as ementas de todas as disciplinas do curso de graduação em Engenharia de Produção.

http://www.ementario.uerj.br/cursos/engenharia_de_producao_fat.html#definidas

 

Departamento

Conheça o Departamento de Engenharia de Produção (DENP):

Departamento de Engenharia de Produção

Competências, Habilidades e Atitudes

O egresso desse curso é um profissional que apresenta competências e habilidades para atuar em empresas industriais e prestadoras de serviços, supervisionando e coordenando equipes por meio de técnicas gerenciais, além de utilizar sua capacitação específica em métodos de produção e controle para cumprir o plano de produção e contribuir para as metas da empresa. As seguintes competências são desenvolvidas no curso:

- Competência para dimensionar e integrar recursos físicos, humanos e financeiros a fim de produzir, com eficiência e ao menor custo, considerando a possibilidade de melhorias contínuas;

- Competência para utilizar ferramental matemático e estatístico para modelar sistemas de produção e auxiliar na tomada de decisões;

- Competência para projetar, implementar e aperfeiçoar sistemas, produtos e processos, levando em consideração os limites e as características das comunidades envolvidas;

- Competência para prever e analisar demandas, selecionar tecnologias e know-how, projetando produtos ou melhorando suas características e funcionalidade;

- Competência para incorporar conceitos e técnicas da qualidade em todo o sistema

produtivo, tanto nos seus aspectos tecnológicos quanto organizacionais, aprimorando produtos e processos, e produzindo normas e procedimentos de controle e auditoria;

- Competência para prever a evolução dos cenários produtivos, percebendo a interação entre as organizações e os seus impactos sobre a competitividade;

- Competência para acompanhar os avanços tecnológicos, organizando-os e colocando-os a serviço da demanda das empresas e da sociedade;

- Competência para compreender a inter-relação dos sistemas de produção com o meio ambiente, tanto no que se refere à utilização de recursos escassos quanto à disposição final de resíduos e rejeitos, atentando para a exigência de sustentabilidade;

- Competência para utilizar indicadores de desempenho, sistemas de custeio, bem como avaliar a viabilidade econômica e financeira de projetos;

- Competência para gerenciar e otimizar o fluxo de informação nas empresas utilizando tecnologias adequadas;

- Competências pessoais, subjetivas ou humanas;

- Competências sociais;

- Competências naturais, cognitivas ou técnicas;

As principais habilidades do egresso desse curso incluem:

- O planejamento, a coordenação, a orientação e o controle das atividades em linhas de produção;

- A coordenação e a gestão dos recursos produtivos tais como pessoal, matéria-prima, máquinas, entre outros para o efetivo atendimento dos planos de produção;

- O assessoramento na aquisição dos recursos necessários ao cumprimento das metas de desempenho;

- A condução e a implementação de métodos para a melhoria contínua, otimizando processos na busca do alcance dos padrões estabelecidos;

- A capacidade de criação e acompanhamento de indicadores de desempenho;

- A orientação de ações visando preservar e melhorar as condições ambientais associadas ao processo de produção;

- A expressão de ideias e o correto relato de atividades sob a forma escrita, utilizando a capacidade de raciocínio abstrato e espacial para a tomada de decisão e solução de problemas;

- A capacidade de avaliar desempenhos dos profissionais de sua equipe, contribuindo para o estabelecimento de metas de capacitação e desenvolvimento de pessoas.

Sensibilidade às questões de qualidade, satisfação a clientes, e segurança e meio ambiente também fazem parte do conjunto de competências deste profissional, cujos conhecimentos especializados de Física, Matemática, Metrologia, Estatística, e Informática revelam-se fundamentais em sua formação. De característica multidisciplinar, o curso é constantemente atualizado quanto ao mercado de trabalho, possuindo diferentes enfoques de estudo, em consonância com modernos padrões de Gestão. As disciplinas que o compõem, permitem ao formando atuar na gestão de organizações de bens e serviços, assim como em indústrias em geral.

Em muitas situações, o trabalho dos engenheiros está mais voltado para o ambiente fabril, fazendo com que ele tenha que agir ou como engenheiro de produção, ou como especialista/gestor de produção.

O quadro até aqui apresentado, onde o mundo passa por mudanças paradigmáticas e axiológicas, evidencia a necessidade da proposição de novas competências e habilidades por parte do trabalhador e não apenas os conhecimentos tradicionalmente adquiridos no ciclo básico de ensino. Por conseguinte, serão requeridas capacidades de crítica e comunicação, compreensão da atividade produtiva, além de aptidão para solucionar problemas empíricos, trabalhando em equipe e estando aberto a mudanças.

Aceitar essa concepção do ato de educar implica em ter como referência o perfil de um aluno, que deverá desenvolver as seguintes competências e habilidades:

I - incentivar o desenvolvimento da capacidade empreendedora e a compreensão do processo tecnológico, em suas causas e efeitos;

II - incentivar a produção e a inovação científico-tecnológica, e suas respectivas aplicações no mercado de trabalho;

III - desenvolver competências profissionais tecnológicas, gerais e específicas, para a gestão de processos e a produção de bens e serviços;

IV - propiciar a compreensão e a avaliação dos impactos sociais, econômicos e ambientais resultantes da produção, gestão e incorporação, e difusão de novas tecnologias;

V - promover a capacidade de aprendizagem e de acompanhamento das mudanças e das condições de trabalho, bem como propiciar o prosseguimento de estudos em cursos de pós-graduação;

VI - adotar a flexibilidade, a interdisciplinaridade, a contextualização e a atualização permanente dos cursos e seus currículos;

VII - garantir a identidade do perfil profissional de conclusão de curso e da respectiva organização curricular.

Dos egressos do curso de engenharia de Produção da Faculdade de Tecnologia da UERJ são esperadas, ainda, as seguintes atitudes e posturas:

Atuação profissional baseada em sólidos princípios éticos, sociais e legais, com destaque ao conhecimento e respeito à legislação específica da área;

Posturas proativa, colaborativa e crítica;

Valorização da qualidade em todas as atividades;

Compromisso e disposição para manter-se a par do estado-da-arte em sua área de atuação;

Mentalidade transformadora e inovadora.

Coordenação

Profa Dra. Alzira Ramalho Pinheiro de Assumpção

Currículo Lattes

Ementa das disciplinas

  • 1º semestre
  • 2º semestre
  • 3º semestre
  • 4º semestre
  • 5º semestre
  • 6º semestre
  • 7º semestre
  • 8º semestre
  • 9º semestre
  • 10º semestre